Manoel Barenbein

Home » Destaque Home » Manoel Barenbein

“Sem história, nós não somos nada.”, afirma o renomado produtor paranaense.

 

Manoel Barenbein

De extrema importância para a indústria fonográfica nacional, Manoel Barenbein foi responsável por produzir os principais discos das décadas de 1960 e 1970, a exemplo do álbum Tropicália ou Panis et Circensis. Além disso, ele também trabalhou no “Dois na Bossa”, programa de Elis Regina e Jair Rodrigues na TV Record. Atualmente, “Berimbau”, apelido dado por Chico Buarque, vive em Israel ao lado dos filhos e dos netos.

Em entrevista ao supervisor técnico Roberto Vilela, ao coordenador da discoteca da Rádio Gazeta, Márcio de Paula, e ao monitor Léo Kenji (do curso de Rádio, TV e Internet), Manoel Barenbein contou a sua ligação com o prédio da Fundação Cásper Líbero, o que mais sente falta do Brasil e a importância do rádio no passado para transformar uma canção em um sucesso. Além disso, ele comparou a metodologia aplicada pela indústria fonográfica atualmente com a de décadas anteriores, especialmente no quesito divulgação.

O renomado produtor também explicou o impacto da Tropicália e de grandes nomes da música popular brasileira para a nova geração e a relevância da canção Panis et Circensis para o movimento cultural em questão. Por falar no Tropicalismo, o convidado contou como surgiu a ideia do álbum coletivo e o desafio de coordenar tantos artistas em um único trabalho.

Por fim, Manoel Barenbein falou sobre as dificuldades de gravar um disco no passado, a falta de espaço para os poucos artistas criativos da atualidade e a diferença entre vinil e a tecnologia do streaming.

Ouça o programa na íntegra em:

Discoteca Gazeta – Manoel Barenbein (Parte 01)

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

Discoteca Gazeta – Manoel Barenbein (Parte 02)

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

Discoteca Gazeta – Manoel Barenbein (Parte 03)

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

Acompanhe nossas redes sociais